quarta-feira, 20 de maio de 2015

Tormenta - Opinião

Opinião: Tormenta, foi o livro escolhido por mim para dar inicio à nova parceria com a 1001 Mundos. Trata-se do primeiro volume na trilogia Tempest e foi uma agradável surpresa. Esta série enquadra-se num género young adult com uma pontinha de ficção cientifica, que pessoalmente, não consegui identificar. Parti para a leitura deste livro com algumas expectativas, pois toda a comunidade blogger pareceu gostar muito de Tormenta e claro que eu não queria ser excepção. Posto isto resta dizer que, gostei de Tormenta, ainda que não tenha sido bem aquilo de que estava à espera.
Neste livro acompanhamos a história de Jackson, um jovem de 19 anos que descobre que consegue viajar no tempo. Paro já aqui para vos dizer que este aspecto foi uma lufada de ar fresco! Já li alguns livros que abordam a questão das viagens no tempo e em todos, em todos os santos livrinhos, aí do viajante que dê um pontapé numa pedra no passado, que isso pode mudar dramaticamente o futuro! Aqui não... as viagens no tempo são completamente inofensivas no que ao futuro diz respeito.
Ora continuando, logo no começo do livro, assistimos a um desenvolvimento trágico na história, que vai levar a um salto no tempo, desta vez, diferente de todos os outros, e com possíveis consequências. De repente, o Jack (vamos abreviar sim? ) vê-se preso no passado sem conseguir regressar ao seu tempo. É a partir daqui que a trama se adensa e que nas suas muitas tentativas para voltar, o Jack vai descobrir algumas verdades sobre as pessoas que toda a sua vida o rodearam. Nada do que ele pensava ser verdadeiro o é, e vai ser preciso muita força e coragem para lidar com o que por aí vem. Para isso o jovem vai contar com a preciosa ajuda do seu amigo Adam, cujos talentos na área da ciência vão facilitar todo o processo de viajar no tempo (ou não).
Eu gostei de Tormenta! Sério... e não estava à espera de gostar tanto por causa da componente Young adult que o livro tem. No entanto, esta questão do romance acaba por não ser o ponto principal da história. Ainda que seja por amor e por causa de uma rapariga que todo o drama acontece, o livro não é romantizado. A autora foi genial ao criar personagens todas muito inteligentes e todas maduras, o que significa que os habituais dramas adolescentes, não estão patentes neste livro. Desde os amigos, à família do Jackson, todos têm um papel muito importante na trama o que ajudou a prender-me à história. A escrita é fluída e estamos perante o livro que se lê a correr. O único aspecto que não gostei tanto, foi que, em alguns momentos da história, quando se tentava explicar os aspectos relacionados com a viagem no tempo, a coisa tornou-se um bocadinho confusa. Ás tantas foi difícil acompanhar tanta informação sobre os ramos, e as viagens e os saltos e os tempos... enfim. O facto de ser o primeiro livro numa trilogia significa também que temos muita construção do mundo e portanto, muita informação, para pouca acção. No entanto, notem que a ultima metade do livro é carregada de acção, está sempre a acontecer alguma coisa, e é onde nos são dadas mais pistas para o próximo volume.
Ficam muitas questões em aberto e sem dúvida, que quem lê Tormenta, vai querer ler o próximo (caso não queiram, não me venham bater e ralhar sim?) 
Deixo-vos aqui o trailler para o livro, a ver se ficam mais entusiasmados e se o compram na feira que começa já para a semana!!! 



Sinopse: Um misto de A Mulher do Viajante do Tempo e Matrix – um romance empolgante e cheio de ação!


Em 2009, o jovem Jackson Meyer é um rapaz normal de 19 anos: estuda, tem uma namorada… e consegue viajar no tempo. Mas não é como no cinema - durante os seus «saltos» para o passado, nada muda no presente – tudo não passa de uma diversão inofensiva.
Isto é, até Jackson e a sua namorada, Holly, serem atacados por desconhecidos e Holly morrer com um tiro. Em pânico, Jackson recua acidentalmente no tempo dois anos, mas aquele não é como os seus saltos temporais anteriores. Jackson descobre que ficou preso no passado e não consegue voltar ao futuro.
Desesperado por voltar e salvar Holly, mas incapaz de regressar ao ano certo, Jackson resolve continuar a sua vida em 2007, tentar descobrir o que puder sobre as suas capacidades e conhece Holly… de novo. Em breve descobre que nada na sua vida é o que parece ser, incluindo o seu próprio pai.
Não muito tempo depois, as pessoas que dispararam sobre Holly, membros de um grupo apelidado pela CIA de «Inimigos do Tempo», vêm a sua procura para recrutá-lo… ou matá-lo.
Com tudo aquilo a acontecer e ainda a tentar encontrar pistas sobre as origens da sua família para descobrir mais sobre as suas capacidades, Jackson tem de decidir até onde está disposto a ir para salvar Holly… e possivelmente o mundo.

Hoje, Jackson e Holly estão apaixonados.
Amanhã, ela irá morrer nos seus braços.
Ontem, ele tem de desfazer tudo…

«Parte aventura, parte romance, parte ficção científica... os leitores vão virar a última página e desejar poder “saltar” para o futuro e ler a sequela.»
KIRKUS REVIEWS

«“Muito bem, então é verdade. Posso viajar no tempo. Mas não é tão emocionante como parece.” Na verdade, é tão emocionante como parece! E quanto mais Jackson descobre sobre os seus poderes e a natureza das viagens no tempo, mais fascinante se torna este romance.»
Library Journal

Sem comentários:

Publicar um comentário