domingo, 14 de outubro de 2012

O Jogo do Anjo - Opinião

Opinião: Como? Como é que pegando em personagens perfeitamente comuns e banais, se escrevem livros tão bons? Porque é isso que Carlos Zafón faz! Este foi um livro absolutamente brilhante, e que fez justiça a tudo quanto tenho lido de bom sobre ele.
Mais um livro lido. O Jogo do Anjo. Como sabem, li a Sombra do Vento, seguido de O Psisioneiro do Céu. Ainda que me tenham dito que não fazia diferença ler o Jogo do Anjo, depois do Prisioneiro do Céu, sinto que fez. Porque, ao fechar o livro senti necessidade de reler a continuação, uma vez que há qualquer coisa que não bate certo.
E que frustração!!! Por isso é que, odeio ler livros emprestados!!! Porque os adoro e depois quero reler e não os tenho!!! Grrrrrrrrr
O final de O Jogo do Anjo, deixou muitas questões em aberto, tal como o final de O Prisioneiro do Céu, que longe de serem finais, são na verdade, princípios para outras histórias. A entrega de uma Cristina criança a um Martin, uma carta de despedida de Isabella, que em nada tem a ver com o que foi contado em o Prisioneiro do Céu, fazem-me ficar na extectativa, como muitos fãs de Záfon, aguardando a continuação desta história. Já coloquei muitas questões... será que tudo se passou na cabeça de Martin??? O mais provável é que alguma coisa me tenha escapado.
Disseram-me que o Jogo do Anjo, guarda a chave que explica uma data de mistérios; mas até agora a única coisa que com certeza acho, é que o Martin está vivo. Onde...só no próximo volume.
Com tantas dúvidas decidi reler toda a trilogia.
Mais um livro de Zafón que não desilude, este conseguiu mesmo prender-me ao sofá! =)

Sem comentários:

Publicar um comentário