domingo, 19 de julho de 2015

O Uivo do Demónio - Opinião

Opinião: Kim Harrison...you did it again!
Sim...a escritora conseguiu mais uma vez, arrebatar-me completamente e este livro é, sem dúvida, o melhor livro da saga até agora!
Neste 6º volume regressamos a Hollows, 3 meses depois dos eventos traumáticos com que terminámos o livro anterior, para nos depararmos com uma Rachel completamente destruída pela dor da perda (daquela pessoa que é um dos meus namorados literários, mas que eu não posso dizer o nome, caso contrário seria um mega spoiler). Convenhamos que, não é só a Rachel quem está a tentar ultrapassar o trauma... também eu, enquanto leitora estou. Partir para este livro a saber que não iria ler ... a pessoa X a cada página, foi uma mini tortura. 

Vamos só voltar um bocadinho atrás na história para situar quem ainda não conhece esta série fantástica. A Saga de Hollows trata-se de uma série de fantasia urbana absolutamente genial e, para mim, a melhor dentro do género que já li. Conta-nos a história de Rachel Morgan, uma bruxa que vive num mundo onde o natural e o sobrenatural coexistem. Portanto temos todas as criaturas sobrenaturais que possam imaginar, desde bruxas, vampiros, fadas e por aí adiante, a coexistirem "pacificamente" com os humanos. Mas porque as coisas, obviamente não podem ser pacificas, a Rachel é chamada a resolver constantemente uma data de problemas que só levam a que ela arranje ainda mais! Não pensem que estes livros lidam com pequenas aventuras pelo mundo sobrenatural nahh nahhh, nada disso. Há uma história por detrás de tudo e é ao longo destas grandes aventuras que mais e mais segredos vão sendo desvendados acerca da verdadeira natureza da nossa bruxa. 
E então... já estão com vontade de pegar nos livros ou ainda não? Bom adiante... como eu estava a dizer lá em cima e, passo a citar "neste 6º volume regressamos a Hollows, 3 meses depois dos eventos traumáticos com que terminámos o livro anterior, para nos depararmos com uma Rachel completamente destruída pela dor da perda". E como a nossa Rachel só se mete em problemas é inevitável que neste livro eles venham atrás dela. Entre tentar descobrir quem assassinou o PIIIIIIIIIIIIIIIIIIII (efeito sonoro) e a terrível descoberta de um segredo de família, a Rachel tem ainda de tornar a lidar com o nosso querido Al. Se ainda não leram estes livros apenas vos posso dizer que o Al faz com que o lobo mau pareça um santo. E é assim, que entre lutas, fugas, magia e uma pitada de sensualidade as coisas vão acontecendo. 
Sobre o livro em si, para mim foi o melhor da série até agora. Nos livros anteriores vamos descobrindo pequenas coisas e vamos tendo vislumbres do que poderá vir por aí, mas neste volume ... uau! As coisas acontecem! Sinto que de certa forma este 6º livro foi como uma conclusão para os anteriores no sentido em que, marca definitivamente um ponto final numa fase da vida da Rachel e dá começo a algo novo e assustador. Um ponto de viragem na vida da nossa bruxa! A escrita da autora é fantástica e com um tom sarcástico que eu adoro. As suas personagens são todas cativantes, até as menos relevantes e a acção é non-stop! 
Se isto não chega para vos fazer pegar no primeiro volume da série, notem que, já encomendei a continuação em inglês! Não consigo esperar preciso saber o que vai acontecer! E é isto... esta é a minha série de fantasia urbana preferida de sempre! 


Sinopse: Rachel Morgan é uma bruxa inteligente, sensual e linda de morrer. E agora alguém quer que ela morra... mesmo.

Em Hollows, onde o natural e o sobrenatural coexistem — nem sempre de forma pacífica — tempos desesperados exigem medidas desesperadas. Ainda assim, Rachel Morgan, uma bruxa que vive a caçar criminosos, fez o impensável para salvar a vida dos seus amigos: usou deliberadamente a proibida magia demoníaca. E agora esse pecado veio assombrá-la.

Enquanto Rachel procura a verdade por trás de um homicídio horroroso, a descoberta de um chocante segredo de família ameaça pôr em causa toda a sua vida. Mas, mesmo com tantas contrariedades, há limites que não devem ser ultrapassados. Como aquele limite que Rachel Morgan se prepara para violar… outra vez!

2 comentários:

  1. Humm acho que me convençeste .. Viajar pelas redes virtuais em busca dos primeiros volumes

    ResponderEliminar